Gospel

Gospel

 

 

 

 

 

Edição 48 - EDI / 48
 
 
 
 
De Moisés a Aline Barros, enfermidades existem, e cuidados são fundamentais para quem quer fazer bom uso da voz
 
 

 

 

 

 

Os problemas da fala atingem pessoas comuns e celebridades. Moisés era gago, o presidente Lula tem a língua presa e a cantora Aline Barros quase parou de cantar, vítima de uma fenda vocal.
Moisés desculpou-se com o Senhor (Êxodo 3), dizendo que não poderia aceitar o convite para liderar o povo de Israel na libertação do Egito e na partida em direção a Canaã. Ele se justificou alegando problemas na fala. Dizem que Moisés sofria de gagueira, um dos distúrbios mais comuns da fala. E, sem dúvida, um dos mais aflitivos, tanto para quem o tem como para quem ouve.
A voz é a emoção sonorizada, definiu o escritor e foniatra Pedro Bloch. Ela é preciosa, mas frágil. Na verdade, é o cartão de visita de alguém, uma espécie de grife da pessoa. É capaz de abrir portas. Ou fechá-las. Cantores, políticos, pastores e professores formam o principal grupo de risco no desgaste da voz, mas há problemas, como a gagueira, que podem ser corrigidos, se diagnosticados precocemente.
O que é preciso para manter a voz em bom estado? Respirar com eficiência, falar sem gritar, evitar gelados, bebida alcoólica, dormir bem, não fumar e, na medida do possível, evitar o estresse.
Outro cuidado é evitar falar por muito tempo em lugares com ar-condicionado. Os cantores devem escolher melodias dentro do seu registro vocal, isto é, timbre. E atenção: é a partir dos 18 anos que a voz ganha o seu tom mais definitivo. Por isso, na adolescência, cuidado com a voz.
E em se tratando de cantar, foi Aline Barros quem teve dificuldades no ano de 2002, quando, durante a gravidez, ficava rouca constantemente. “Não atingia notas altas e estava usando apenas 5% do potencial da minha voz. Foi uma fase muito difícil, já que viajei e cantei muito, forçando bastante a voz”, lembra Aline. A alteração hormonal que ocorre na gestação interfere na voz, levando muitas mulheres a ficarem roucas. É por isso que quem canta enfrenta muitas dificuldades quando engravida. Após consulta com uma fonoaudióloga, foi detectada uma fenda nas cordas vocais da cantora. Mas mesmo com a previsão de que não poderia cantar durante meses, Aline obteve o socorro de Deus e teve a enfermidade curada, resultando na bela voz que possui ainda hoje, mais firme, ganhando maior extensão de voz no tom grave.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
“Perdi minha Voz”
Alomara Andrade - Revista Enfoque

 

Nos últimos sete meses, a cantora Eyshila viu sua vida e ministério passarem por uma revolução. Com uma agenda de apresentações sempre cheia nos últimos anos, uma simples rouquidão na voz evoluiu para nódulos, depois para um cisto até que uma intervenção cirúrgica foi inevitável. E, com a cirurgia, o medo de perder a voz e não mais poder exercer o dom que recebeu de Deus e com o qual tem abençoado tantas vidas. Eyshila foi operada. Mas sua voz não voltou. Um granuloma foi diagnosticado. No lugar do medo, porém, surgiu uma prova de fé. “Posso até fi car sem voz, mas meu coração jamais vai deixar de adorar ao Deus que amo”, afirma Eyshila, que é membro da Assembléia de Deus da Penha (RJ).

 

 

 
 
 

 

 

EM ALGUM MOMENTO VOCÊ PENSOU QUE PODERIA PASSAR POR ISSO?

No ano de 2000, quando eu estava gravando o meu CD “Deus Proverá”, tive dois nódulos nas cordas vocais, os quais regrediram apenas com a fonoterapia. Naquela época eu adquiri alguns bons hábitos de voz e passei a usar de uma forma mais responsável esse instrumento que Deus me deu. Na verdade nunca pensei que fosse passar por esse problema novamente e, muito menos, que ele pudesse se agravar a ponto de se tornar um caso cirúrgico.

 

O QUE DEUS TE ENSINOU NESSE TEMPO?

Acho que poderia ter tido maiores precauções com esse instrumento que é minha voz. Somos totalmente responsáveis por aquilo que Deus nos dá, e um dia daremos conta de tudo o que recebemos do Senhor. Lembro de que durante meu exame, o médico disse que eu teria que aprender a dizer não. Sempre achamos que podemos avançar um pouco mais, dormir um pouco menos, assumir mais um compromisso e, assim, vamos vivendo.

 

 

 

 

 

 

 

Diante doTrono : Cantora enfrenta problemas nas cordas vocais


A cantora do Ministério de Louvor Diante do Trono Ana Nóbrega pediu orações pelas suas cordas vocais, durante a ministração da música "Onde". Isso aconteceu durante a apresentação do DT em na cidade de Tubarão/SC.
 
Os pedidos de oração em favor cantora se multiplicaram pelas redes sociais.
 
 
 
 
Em seu twitter Ana Nobrega compartilhou que fez um ano de tratamento com uma fonoaudióloga e então foi requisitada uma videolaringoscopia para ver como ela tinha reagido ao tratamento. Por causa das muitas atividades ministeriais, ela não pode e não quer parar de cantar e que, por isso, a situação de suas cordas vocais foi agravada. E antes da ministração, sua médica a ligou, dizendo que ela precisava ter muito cuidado e, por causa do telefonema, ela foi ministrar tomada por um sentimento de ameaça ao seu ministério musical.
Atenção Valadetes, orem por esta levita, pois Deus é o Senhor da cura, Amém? Deus pode operar milagres!
 
Desejamos o pronto restabelecimento vocal da Ana Nóbrega.
 
 
 
 
 

MÚSICA

O DRAMA DE MARA LIMA

Cantora passa por cirurgia para retirada de cisto nas cordas vocais

Por: Robson Morais - Redação Creio

 

 

                                                                          

 

A cantora Mara Lima passou por uma cirurgia na última sexta-feira, 1, no Hospital Albert Einstein (SP), para a retirada de um cisto em sua cordas vocais, conforme apurou com exclusividade o portal Creio. Por telefone, a assessoria da gravadora Louvor Eterno deu mais detalhes sobre a operação.

 

    Segundo informou Dayane Lima, filha de Mara e assessora na gravadora curitibana, a operação foi um sucesso. Mara Lima vinha enfrentando problemas devido a um cisto em suas cordas vocais que já a incomodavam desde a gravação de seu último disco. “Tivemos que optar pela operação de imediato, pois quanto antes seria melhor para a recuperação de Mara. Foi um processo muito tranqüilo e toda a equipe de médicos trabalhou muito bem. Estamos felizes com o resultado e confiantes na recuperação de Mara o mais rápido possível” esclarece.

 

   Seguindo recomendações médicas, Mara deve evitar falar durante um período de aproximadamente uma semana, mas o procedimento é absolutamente normal. O médico responsável pela cirurgia e recuperação da cantora é o Dr. Luiz Cantoni, especializado em casos semelhantes ao de Mara. O mesmo médico já havia trabalhado com cantores seculares como Zezé de Camargo e Xandy (Harmonia do samba).

 

    Ainda segundo assessoria, os projetos de Mara para 2010 continuam a todo vapor e nada ser alterado. O principal projeto a ser preparado é a gravação do DVD ao vivo de Mara Lima, contado a história de seus vinte anos de ministério.

 

 

Data: 14/4/2010 08:00:00

 

 

 

 

 

 

Erica Campbell

 

 

 

Erica Campbell recebeu uma notícia devastadora que poderia silenciar permanentemente sua voz cantando. Campbell foi diagnosticado com hemorragia em torno de suas pregas vocais que poderiam causar uma ruptura e que poderia levá-la a perder a sua voz para cantar.

A notícia vem em cima do drama recente com sua irmã Tina e seu casamento, questões de gestão, e o impulso de seu CD solo "Help", que estreou em # 1 nas paradas Gospel.

 

 

 

 

http://krnb.com/gospel-sunday/2014/04/24/erica-campbells-throat-problems-could-silence-her-singing/